Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Venda de medicamentos sem eficácia contra covid-19 aumentou consideravelmente

Da Redação – 08/02/2021

A venda de um remédio sem eficácia comprovada contra a covid-19 disparou nas farmácias brasileiras em meio à pandemia.

Levantamento realizado pelo Portal de Notícias G1 revelou que a comercialização do vermífugo Ivermectina cresceu 557% em 2020, em relação a 2019, ano anterior à pandemia.

Apesar de não ter eficácia comprovada por autoridades sanitárias para a prevenção de coronavírus, o uso do medicamento é defendido, e sugerido pelo presidente Jair Bolsonaro, junto com Hidroxicloroquina e Azitromicina, que também são drogas sem eficácia comprovada contra a doença.

Na última semana, a fabricante da Ivermectina reforçou que dados disponíveis sobre o remédio não apontam eficácia contra a covid-19

Em nota, a farmacêutica Merck alertou: “Não acreditamos que os dados disponíveis sustentem a segurança e a eficácia da Ivermectina além das doses e dos grupos indicados nas informações de prescrição aprovadas por agências regulatórias

A indicação oficial da Ivermectina é para tratamentos de piolho, sarna e problemas causados por vermes.

Segundo a empresa, os cientistas seguem examinando cuidadosamente as descobertas de todos os estudos disponíveis.