Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Variantes da Covid-19 já podem ser identificas em teste rápido da Fiocruz

Por Agência Rádio 2 – 25/02/2021

 

Teste rápido vai ajudar a identificar se a infecção por coronavírus foi provocada pela cepa original ou por uma das mutações do vírus.

Desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz, a Fiocruz, o exame detecta as variantes descobertas no Brasil, no Reino Unido e na África do Sul.

Os testes pelo método RT-PCR começaram a ser feitos em fevereiro em um grupo de 500 pessoas.

Desse total, 70 por cento tiveram resultado positivo para a variante brasileira da Covid-19, a P1.

De acordo com o vice-diretor de Pesquisa e Inovação da Fiocruz Amazônia, Felipe Naveca, o novo teste é uma ferramenta mais rápida que o sequenciamento, para permitir a identificação das variantes.

Ele vai contribuir para reforçar a vigilância genética do vírus no Brasil, conclui o pesquisador.

O Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas será o primeiro a usar o exame.

Depois disso, os kits serão enviados para Rondônia, Roraima, Mato Grosso do Sul, Ceará e Rio de Janeiro.

O vice-diretor Felipe Naveca esclarece que, por enquanto, ainda não há insumos suficientes para que o teste seja distribuído em todo o País, mas a validação do protocolo em maior escala deverá permitir que isso ocorra.