Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Único imóvel poderá ser dado como garantia em mais de uma operação de crédito

Por Agência Rádio 2 – 26/11/2021

 

Quem tem apenas um imóvel poderá usar esse bem como garantia em mais de uma operação de crédito. 

Mudanças nas regras de alienação fiduciária e outras garantias para contratos de financiamento vão facilitar a concessão de empréstimos e reduzir os juros.

O governo lançou um pacote de medidas para acesso ao crédito, que envolve, também, o uso de recursos, como o Fundo de Garantia.

O secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida, explicou como vai funcionar o Novo Marco de Garantias. 

No caso do uso do imóvel, o que fica como garantia é o valor consignado ao crédito concedido.

Hoje, quem tem um imóvel dado como garantia em algum empréstimo fica com o bem comprometido integralmente, sem poder utilizar em qualquer outra operação. 

Para gerenciar a nova modalidade, serão criadas as IGGs – Instituições Gestoras de Garantias. 

Elas é que vão calcular os valores disponíveis para serem oferecidos como garantia pelos pleiteantes de crédito nos bancos. 

O pacote do Novo Marco de Garantias precisa de aprovação na Câmara e no Senado no próximo ano.