Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Umberto Ferretti fala sobre o jogo que vai definir o campeão da Copa do Brasil, no domingo, entre Palmeiras e Grêmio

Por Agência Rádio 2 – 05/03/2021

Quem ficará com o título do principal torneio de mata-mata do país?

A resposta sairá neste domingo, a partir das seis da tarde, no horário de Brasília, no Allianz Parque.

Depois da boa vitória por 1 a 0, no jogo de ida da final, em Porto Alegre, o Palmeiras precisa apenas de um empate, com o Grêmio.

Que, por outro lado, tem que vencer por pelo menos um de diferença, para levar a decisão para os pênaltis.

Ou por dois ou mais, pra ficar com o título.

O zagueiro palmeirense Luan, expulso no primeiro jogo, está fora.

E um dos temores do técnico português Abel Ferreira, que ainda não definiu a escalação, é perder mais atletas.

Ele mostrou preocupação com o avanço da pandemia.

Deixou claro que isso também pesou na decisão de poupar titulares no clássico contra o Corinthians.

E, questionado sobre se teme um surto de Covid na equipe, como aconteceu com o rival, antes do jogo de quarta, respondeu de maneira direta.

Pelos lados do Grêmio, o técnico Renato Gaúcho ganhou uma dor de cabeça, mas daquelas que todo treinador gosta de ter.

Ele poupou jogadores, escalou vários garotos, contra o Brasil de Pelotas, pelo estadual, e gostou que viu.

Nos bastidores, a conversa é que o lateral Vanderson, o zagueiro Rodrigues e, principalmente, o atacante Ferreira, podem ganhar uma chance na final.

Após a partida de quarta, Renato elogiou a molecada, mas desconversou sobre o assunto.

Se ficar com o título, o Grêmio se tornará o maior campeão da Copa do Brasil, com seis taças, empatado com o Cruzeiro. Já o Palmeiras busca a quarta conquista.