Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Umberto Ferretti destaca os jogos decisivos de ontem e hoje, pela penúltima rodada do Brasileirão

Por Agência Rádio 2 – 06/12/2021

 

Corinthians joga mal, em Itaquera, pela penúltima rodada, empata com o Grêmio por 1 a 1, mas garante vaga na fase de grupos da Libertadores.

O Timão foi beneficiado pela derrota do Fluminense, para o Bahia, por 2 a 0, já que o time carioca não pode mais tirar o paulista do G6.

A vaga na fase de grupos era o objetivo do pressionado técnico Sylvinho, quando ele foi contratado.

Mesmo com a meta atingida, ele disse que só poderá avaliar o trabalho depois da última rodada. Mas deu aquela cutucada nos críticos:

Já a situação do Grêmio ficou desesperadora. O time pode ser rebaixado hoje. Basta que o Juventude, que visita o São Paulo, às sete da noite, no horário de Brasília, e o Cuiabá, que recebe o Fortaleza, às oito, somem pontos.

Se os dois perderem, o tricolor gaúcho seguirá vivo, mas terá que vencer o Atlético-MG, na última rodada, e secar os rivais.

Difícil, mas o técnico Vagner Mancini mantém a fé:

Outro jogo de destaque desta segunda será Athletico-PR e Palmeiras, sete da noite.

Imagine uma situação: o Furacão perde para o Verdão, o SP perde para o Juventude e o Cuiabá ganha do Fortaleza.

O cenário na última rodada seria o seguinte: o Athletico-PR e o tricolor paulista teriam 45 pontos, seriam os primeiros times fora do Z4 e poderiam ser ultrapassados pelo Bahia, que tem 43, e ir parar na Segundona.

Os outros dois resultados de domingo – Atlético-MG 4, Red Bull Bragantino 3; e o empate sem gols entre Ceará e América – esquentaram a briga pelas vagas na Libertadores.

Por exemplo, quem vencer o duelo entre Inter e Atlético-GO, oito da noite, pode entrar no G8.

O Santos, se no mesmo horário bater o Flamengo, fora de casa, também poderá sonhar.

E o Fortaleza, que já está garantido na pré-Libertadores, se empatar com o Cuiabá vai conquistar a vaga na fase de grupos.

A segunda-feira ainda terá um jogo melancólico, nove da noite, entre os piores times do Brasileirão, os já rebaixados Chapecoense e Sport.