Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Tentativas de golpes financeiros contra idosos aumentam e bancos aprovam regras para protegê-los

Por Milena Abreu, da Agência Rádio 2

 

Os bancos vão adotar, a partir de janeiro do ano que vem, ações específicas para proteger os clientes idosos.  

A Federação Brasileira de Bancos, a Febraban, fez o anúncio após um levantamento ter revelado um aumento de 60% em tentativas de golpes financeiros contra idosos durante a quarentena. 

É um sistema de Autorregulação e os bancos que aderem e se comprometem a seguir as regras são supervisionados e podem sofrer punição em caso de descumprimento. 

Entre as medias anunciadas para proteger os consumidores com mais de 60 anos estão a adoção do serviço de bloqueio de ligações de telemarketing, chamado de ‘Não Perturbe’, o bloqueio de movimentações suspeitas, e atendimento prioritário no SAC.  

Um dos golpes comuns neste período de pandemia foi a ligação para a casa de clientes em que o estelionatário diz ser do banco e pede para confirmar informações, como dados pessoais e senhas.  

Ao fornecer informações, o consumidor acaba expondo a conta bancária aos golpistas. 

Por isso, uma das principais forma de se proteger é não compartilhar, em hipótese alguma, sua senha ou dados do seu cartão bancário com desconhecidos, ainda que se apresentem como sendo de instituições bancárias.