Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Taxa do cheque especial sobe em setembro; cartão de crédito tem queda, mas ainda é o mais caro

Por Sig Eikmeier da Agência Rádio 2

 

Juros do cheque especial aumentam pelo segundo mês seguido.

A taxa passou de 112 vírgula nove por cento, em agosto, para 114 vírgula dois por cento ao ano, em setembro.

O Banco Central informa que a alta foi de um vírgula três ponto percentual.

Apesar do crescimento, a taxa ficou bem abaixo do patamar de 245 vírgula sete por cento, de setembro do ano passado.

O cartão de crédito também voltou a ter queda nos juros, como já havia ocorrido em agosto.

A redução registrada em setembro foi de zero vírgula três ponto percentual.

O juro médio do rotativo do cartão de crédito passou de 310 vírgula dois por cento para 309 vírgula nove por cento, de um mês para o outro.

Em setembro de 2019, a taxa estava menor, em 307 vírgula nove por cento ao ano.

Já o cartão de crédito parcelado subiu de 137 vírgula oito por cento, em agosto de 2020, para 142 vírgula um por cento ao ano.

Os resultados fazem com que a modalidade permaneça como a categoria de empréstimo mais cara do mercado.