Taxa básica de juros sobe e é fixada em 4,25% ao ano

Por Agência Rádio 2 – 17/06/2021

 

O Comitê de Política Monetária do Banco Central voltou a elevar a Selic

Após reuniões na terça e na quarta, o Copom fixou a taxa básica de juros da economia brasileira em 4,25% ao ano.

O mercado financeiro já esperava pela elevação da taxa, que estava em 3,5% ao ano, e o ajuste veio no patamar previsto: 0,75 ponto percentual.

No começo de maio, quando elevou a taxa de 2,75% para 3,5%, a autoridade monetária já tinha sinalizado que faria elevação em nível semelhante na reunião desta semana, repetindo, pela terceira vez, o patamar de aumento iniciado em março.

E esse nível de elevação deve, inclusive, se repetir na próxima reunião.

Em comunicado, o Banco Central indicou novo ajuste para cima, também de 0,75 ponto percentual, na reunião marcada para os dias 3 e 4 de agosto, mas que pode ser ainda maior, dependendo das expectativas futuras em relação à inflação.

Segundo o Copom, essa avaliação também dependerá da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e de como esses fatores afetam as projeções de inflação.

A Selic é o principal instrumento do Banco Central para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA.

Em maio, o indicador fechou acumulando alta de 8,06% em 12 meses, valor que supera o teto da meta de inflação, que é de 5,25% este ano.