Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Sputnik V é barrada pela Anvisa; faltam dados sobre segurança e eficácia

Por Agência Rádio 2 – 27/04/2021

 

A vacina russa contra o coronavírus ainda não vai poder ser importada para o Brasil.

Os diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, debateram a questão por aproximadamente 5 horas e, por unanimidade, decidiram barrar a importação do imunizante.

Eles seguiram uma recomendação do corpo técnico da Agência.

As gerências técnicas de medicamentos, fiscalização e monitoramento recomendaram a não aprovação do uso da vacina no nosso país, por enquanto, por falta de dados sobre a segurança e a eficácia da dose.

Há também questões relacionadas a falhas no processo de produção. Técnicos da Anvisa não puderam visitar todos os locais de fabricação da vacina durante inspeção na Rússia e não foi possível identificar, por exemplo, os fabricantes da matéria prima da vacina.

Segundo a Anvisa, autorizar a Sputnik V no Brasil  poderia colocar a vida de milhões de brasileiros em risco.

Lembrando que a Agência analisou a possibilidade do uso do imunizante no País após 14 estados pedirem autorização para importação emergencial de quase 30 milhões de doses.

Colabore com a Rádio Diocesana, seja um Amigo da Rádio. Entre em contato no fone (16) 3362-4485 ou pelas nossas Redes Sociais.