Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Sindspam de São Carlos aponta problemas nas escolas para retomadas das aulas

Da Redação – 05/08/2021

 

A menos de um mês para a volta às aulas, muitas escolas municipais de São Carlos precisam de manutenção e adequação de espaços para evitar a disseminação do coronavírus. A constatação foi feita pela Fiscalização prévia do Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos de São Carlos (Sindspam).

Nas visitas, iniciadas na segunda-feira (2) foram constatadas a falta de dispensadores de álcool em gel em algumas das Escolas Municipais de Ensino Básico (Emeb), janelas emperradas, e número insuficientes de funcionários para a limpeza dos ambientes.

De acordo com a programação feita pelo município, a volta às aulas está marcada para o dia 30 de agosto, a abertura de dez Emebs e Escola Municipal de Educação de Jovens e Adultos (Emeja) e seus polos. Ao todo, são 6.500 alunos que frequentam as unidades, de acordo com a Secretaria da Educação.

Wanda Hoffmann, titular da pasta, rebateu às críticas do representante sindical. Segundo ela, há funcionários suficientes para a higienização dos espaços escolares dentre as unidades que abrirão as portas no final do mês.

Wanda ainda comentou que há processo aberto para ampliar o número de controladores de acesso nas unidades. Sobre os problemas na infraestrutura das escolas, a secretária ponderou que o pessoal de manutenção está percorrendo as unidades para levantar o que precisará ser feito.