Senso de responsabilidade e melhora da autoestima: efeitos benéficos às crianças que têm animais de estimação

Por Agência Rádio 2 – 04/01/2021

 

Quem decidiu aumentar a família e fez um plano para o Ano-Novo de adotar um animal de estimação vai se surpreender com os benefícios que os amigos de patas podem trazer.

Principalmente, se tiver crianças em casa.

Médicos-veterinários afirmam, com bases em pesquisas científicas, que o contato dos pequenos ajuda no desenvolvimento para uma vida mais saudável.

Daniela Ramos, veterinária comportamentalista da clínica Psicovet destaca que o senso de responsabilidade e rotina se desenvolve quando a criança cresce, assimila melhor e se envolve nos cuidados com os mascotes.

São atividades diárias para alimentar, recolher as fezes, escovar, brincar e, no caso de cães, levar para passear.

A profissional também considera que o respeito ao próximo é incentivado diante das situações de interatividade.

Por exemplo, aprender a carregar um gato com cuidado, respeitar o tempo de alimentação e descanso dos animais e até mesmo a disposição deles para brincar.

A troca entre a criança e o animal ajuda a amenizar a ansiedade e cultiva a autoestima, pela oportunidade de fazer algo e sentir-se essencial ao bichinho.

Mas é importante lembrar que os pais devem ser participativos e não deixar os cuidados integralmente às crianças, principalmente quando muito pequenas.