Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

São Carlos receberá placas de alerta para identificar pontos de risco de transmissão da Febre Amarela

 Da Redação – 24/01/2022

 

Com o objetivo de orientar a população sobre a Febre Amarela, a unidade de Controle de Zoonoses e Endemias de São Carlos vai instalar placas de alerta em pontos definidos como área de risco de transmissão, como áreas de mata, condomínios em áreas silvestres, assentamentos, entre outros.

Desde abril de 2017, o Brasil adota o esquema vacinal de apenas uma dose durante toda a vida, medida que está de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Toda pessoa que reside em áreas com recomendação da vacina contra Febre Amarela e pessoas que vão viajar para essas áreas devem se imunizar pelo menos 10 dias antes do deslocamento.

A capital do clima é área com recomendação permanente da vacina contra a Febre Amarela desde o ano de 2008. A vacina está disponível em todas as unidades de saúde para as pessoas que ainda não tomaram nenhuma dose. Até o momento, a cobertura vacinal de Febre Amarela no município é de 53,77% (dados 2021).