Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Santo do Dia: São Ricardo

História:

São Ricardo foi rei da Inglaterra no século VII. Ele governou esse país europeu e manteve-se em santidade, caridade e vida reta. Sendo assim, a Igreja atesta: sim, mesmo em meio à tentação do poder, pode um governante, junto com sua família, alcançar os santos altares.

Núcleo familiar
São Ricardo teve três filhos, que também foram reconhecidos pela Igreja como santos. Ao descobrir a sua vocação para a vida matrimonial, quis ser santo, mas também quis que seus filhos o fossem, formando uma família santa para Deus. Ele fez, diariamente, a sua opção, porque a santidade passa pela adesão da nossa liberdade.

Peregrinação, doença e morte
O santo inglês quis fazer uma peregrinação juntamente com os seus filhos chamados Winebaldo, Wilibaldo e Walberga. Mas, ao saírem da Inglaterra rumo à Terra Santa, passaram por Luca, norte da África, onde São Ricardo adoeceu gravemente e faleceu no ano de 722.

Testemunho
Para os filhos ficaram o testemunho, a alegria do pai, a doação, o homem que em tudo buscou a santidade, não apenas para si, mas para os outros e para seus filhos. São Bonifácio, parente muito próximo, convocou os três filhos de São Ricardo para a evangelização na Germânia. Walberga tornou-se abadessa, Wilibaldo foi sagrado Bispo e Winebaldo fundou um mosteiro. Todos eles, como o pai, viveram a santidade.

Nobreza interior
De família nobre, viveu uma nobreza interior, que precisa ser a de todos os cristãos. Depois do seu reinado, São Ricardo abdicou a coroa e distribuiu esmolas. Os frutos mais próximos que podemos perceber na vida deste santo são seus filhos que, assim como o pai, também foram santos. Ele quis ser santo e batalhou para tal, por isso, assim como Nosso Senhor Jesus Cristo foi, é e continuará sendo, sejamos santos.

A minha oração
Se você é pai ou mãe, ouse rezar assim: Senhor Jesus, pela intercessão de São Ricardo, eu te suplico: conserva-me no caminho de santidade, a ponto de que meus filhos também sejam um dia acolhidos no céu, santos e irrepreensíveis. Amém!”.

São Ricardo, rogai por nós!