Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Santo do Dia: São Raimundo Nonato

Oração a São Raimundo Nonato

Para pedir a protecção no parto.

Gloriosos são Raimundo,
ninguém melhor que vós
saberá compadecer-se
das dores e perigos dum parto difícil,
pois, cedendo à violência dos sofrimentos,
vossa própria mãe
perdeu a vida
e só por milagre fostes dela extraído.

Eia pois, meu santo,
já que me encontro
neste estado delicado,
a vós confiadamente recorro
para que eu possa completar
com felicidade o número dos meus dias
e produzam minha entranhas,
livre e sã, a prole que
com a bênção divina concebi,
a qual, regenerada pelo baptismo,
venha com o tempo
aumentar o número
dos que fielmente servem ao Senhor.

Não me desprezeis,
glorioso santo,
de vós ouvi dizer
que a nenhuma deixastes
sem amparo nestas circunstâncias
compadecei-vos dos meus lamentos,
pois embora me alcance a justa sentença
que meu Senhor deu a Eva
dar à luz os filhos
com dores e trabalhos,
espero, com a vossa poderosa intercessão,
obter da benignidade de Deus,
pela Santíssima Paixão e morte de Jesus,
moderação e lenitivo em minhas dores,
e no momento oportuno,
um parto feliz,
para aumento da grei cristã
e maior glória de Nosso Senhor Jesus Cristo,
a cuja vontade
resigno totalmente a minha. Amém.

(Pai nosso, Ave Maria, Glória ).

História

São Raimundo Nonato encontrou dificuldades para vir à luz, foi invocado como patrono e protetor das parturientes e das parteiras (seu nome significa “não nascido”, porque foi extraído vivo das entranhas da mãe já morta).

Nasceu na Espanha, em Portel, na diocese de Solsona (próximo a Barcelona) no ano de 1200. Ainda menino, teve de guardar o gado e, durante seus anos de pastor, visitava constantemente uma ermida de São Nicolau, onde se venerava uma imagem de Nossa Senhora de quem era devotíssimo.

Conta-se que, durante as horas que passava aos pés de Maria, um anjo lhe guardava o rebanho. Desde jovem, Raimundo Nonato percebeu sua inclinação à vida religiosa. Seu pai buscou, sem êxito, impedi-lo de corresponder ao chamado vocacional. Ao entrar para a Ordem de Nossa Senhora das Mercês, pôde receber do fundador, São Pedro Nolasco, o hábito. Assim, tornou-se exemplo de ardor na missão de resgatar das mãos dos mouros, os cristãos feito escravos.

Certa vez, São Raimundo conseguiu liderar uma missão que libertou 150 cristãos, porém, quando na Argélia acabaram-se os recursos para o salvamento daqueles que corriam o risco de perderem a vida e a fé, o Missionário e Sacerdote Raimundo entregou-se no lugar de um dos cristãos. Na prisão, Raimundo pregava para os muçulmanos e cristãos com tanta unção, que começou a convertê-los e, desse modo, sofreu muito, pois chegaram ao extremo de perfurarem os seus lábios com um ferro quente, fechando-os com um cadeado. Foi mais tarde libertado da prisão e retornou à Espanha.

São Raimundo Nonato morreu em Cardona no ano de 1240 gravemente doente. Não aguentou atingir Roma onde o Papa Gregório IX queria São Raimundo como Cardeal e conselheiro. O seu corpo foi descansar na mesma ermida de São Nicolau em que orava nos seus anos de pastor. Foi canonizado em 1681.

São Raimundo Nonato, rogai por nós!