Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Rendimento do trabalhador cai e falta emprego pra 12 milhões de brasileiros

Por Agência Rádio 2 – 25/02/2022

 

A taxa de desemprego caiu no Brasil no trimestre encerrado em dezembro

Segundo números atualizados pelo IBGE, o indicador passou de 12,6%, no trimestre anterior, encerrado em setembro, para 11,1% no último trimestre de 2021.

O IBGE também calculou a taxa média anual do desemprego no ano passado, que ficou em 13,2%, o que indica uma tendência de recuperação frente a 2020, ano em que o desemprego médio ficou em 13,8% – naquele ano, o mercado de trabalho sentiu os maiores impactos da pandemia causada pelo coronavírus.

Embora o cenário tenha melhorado um pouco em 2021, o desemprego no nosso país permanece acima do patamar pré-Covid. Em 2019, a taxa anual de desocupação havia sido de 12%.

A taxa de 11,1%, registrada no último trimestre de 2021, corresponde a 12 milhões de brasileiros na fila por um emprego – mantendo a comparação com o 3º trimestre,  aproximadamente um milhão e 400 mil pessoas a menos.

Ainda de acordo com o IBGE, a população no ocupada cresceu 3% entre o 3º e o 4º trimestre, chegando a 95 milhões e 700 mil trabalhadores. Com isso, o nível de ocupação chegou a 55,6%.

Apesar disso, entre um trimestre e outro, o rendimento real habitual do trabalhador caiu de R$ 2.538, no terceiro trimestre, para R$ 2.447, no quarto trimestre – é o menor rendimento da série histórica do IBGE.