Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Remédios podem ficar mais caros a partir de abril

Por Agência Rádio 2 – 16/03/2022

 

Remédios podem ficar mais caros a partir do mês que vem.

A autorização para reajuste dos remédios pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, a CMED, costuma entrar em vigor no dia primeiro de abril.

O percentual máximo do reajuste, porém, anda não está definido.

Mas a principal aposta do setor é que acompanhe a inflação registrada no ano passado e fique em torno de 10%, mas pode ser ainda maior, já que, pela legislação em vigor, o reajuste anual dos preços de medicamentos é definido considerando a inflação, além de outros indicadores do setor.

No ano passado, por exemplo, o reajuste autorizado foi de até 10,08% para os medicamentos, ante uma inflação de pouco mais de 4,5% no ano anterior.

Vale lembrar que o percentual estabelecida pela CMED, que é um órgão vinculado à Anvisa, é o máximo que pode ser aplicado. Cada empresa tem liberdade para decidir se aumenta ou não os preços e qual o percentual do reajuste, respeitando o teto.

A empresa que ultrapassa o limite pode ser multada.