Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Primeiro remédio preventivo da covid-19 é liberado pela Anvisa para uso emergencial

Por Agência Rádio 2 – 25/02/2022

 

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, por unanimidade, e liberou o uso emergencial do primeiro medicamento destinado à prevenção da covid-19. 

Segundo o fabricante, o remédio é uma combinação de anticorpos monoclonais que podem reduzir o risco de contaminação pelo coronavírus e evitar o desenvolvimento de quadros graves e morte. 

Produzido pela AstraZeneca – laboratório que produz a vacina de Oxford – o medicamento é recomendado como profilático para pessoas que não tiveram contato com o vírus. 

Deve ser indicado para idade acima de 12 anos, no caso de comprometimento imunológico moderado ou grave, como pacientes transplantados ou que tenham imunodeficiência de grau moderado ou agudo e façam tratamento de leucemia. 

Também pode ser utilizado por pessoas com HIV em estágio de infecção avançada ou não tratada. 

A Anvisa destacou que o uso do medicamento não substitui a vacinação contra a covid nos casos em que a imunização é recomendada. 

E nem deve ser utilizado para tratamento após infecção pelo Sars-Cov-2.