Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Primeira dose da vacina reduz pelo menos 85% das hospitalizações, indica estudo escocês

Por Agência Rádio 2 – 23/02/2021

 

Primeira dose da vacina contra a Covid-19 diminui o risco de internação entre 85 por cento e 94 por cento, aponta pesquisa feita na Escócia.

O índice de proteção foi observado no período de 28 a 34 dias, após a aplicação do imunizante da Universidade de Oxford e da Astrazeneca.

O estudo preliminar também verificou redução de 85 por cento no risco de internação nas pessoas que receberam a vacina da Pfizer.

Já entre os pacientes com 80 anos de idade ou mais, a chance de ser hospitalizado foi 81 por cento menor, com a aplicação de qualquer um dos dois imunizantes.

Os pesquisadores escoceses consideram os resultados animadores e esclarecem que, apesar das diferenças em alguns dos índices, não é possível comparar as duas vacinas.

A redução das hospitalizações indica que os imunizantes oferecem proteção contra as formas mais graves da infecção.

Mas, de acordo com os cientistas, ainda é cedo para saber por quanto tempo a vacina protege.

Além disso, é preciso que os dados sejam avaliados por outros pesquisadores.

A Escócia, e os demais países que formam o Reino Unido, adotaram uma política de aplicar a primeira dose na maior quantidade de pessoas possível.

A segunda dose é aplicada em até 12 semanas e a expectativa é que até 31 de julho, todos os adultos britânicos tenham recebido pelo menos a primeira dose.