Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Prepare o bolso: com reajuste nas refinarias, gasolina, diesel e gás de cozinha ficam ainda mais caros

Por Agência Rádio 2 – 11/03/2022

 

A gasolina, o diesel e o gás de cozinha estão mais caros nas refinarias a partir desta sexta-feira, 11 de março.

O reajuste vem em meio à disparada da cotação internacional do barril de petróleo, como reflexo da guerra entre Rússia e Ucrânia.

O preço médio do litro da gasolina vendido nas refinarias brasileiras passou de R$ 3,25 para R$ 3,86, aumento de quase 20%.

O diesel subiu 25% e o preço médio do litro nas refinarias passou de R$ 3,61 para R$ 4,51.

Gasolina e diesel estavam sem reajuste nas refinarias, segundo a Petrobras, há 57 dias.

O quilo do gás de cozinha, como é conhecido o GLP, não sofria reajustes há 152 dias e o preço médio cobrado das distribuidoras passou de R$ 3,86 para R$ 4,48, refletindo um aumento de 16$.

Assim, os 13 quilos necessários para encher um botijão custam agora na refinaria R$ 58,24, na média.

Levantamento da ANP revela que, para o consumidor brasileiro, o preço médio botijão já supera R$ 100.

Nos postos de combustíveis, o preço médio do litro da gasolina ficou em R$ 6,58, na semana que terminou no dia 5 de março, e o do diesel em R$ 5,60.

Em nota, a Petrobras informou os ajustes refletem parte da elevação dos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente a demanda mundial por energia. E falou em ‘momento desafiador e de alta volatilidade’