Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Plano de transparência nas eleições terá mais fiscalização e testes nas urnas

Da Redação – 03/05/2022 – Foto: Divulgação TSE

 

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou 10 medidas que serão aplicadas nas eleições de outubro com vistas a oferecer maior transparência ao pleito.

Ampliação do acesso ao código-fonte dos programas usados nas urnas eletrônicas, aumento do número de fiscais que acompanham a preparação das urnas para votação e aperfeiçoamento dos testes de auditoria estão entre as medidas.

Também será incentivada a conferência adicional dos boletins de urnas para checagem da somatória de votos registrados nas unidades eletrônicas de cada seção eleitoral.

O plano de ação para ampliar a transparência do processo eleitoral foi anunciado após reunião com os membros da comissão de transparência nas eleições.

As medidas foram definidas a partir de 44 sugestões dos integrantes da comissão: seis delas vieram das Forças Armadas; 11 da Polícia Federal; e 10 da Univesidade de São Paulo, entre outras.

Representantes da Ordem dos Advogados do Brasil, da Câmara dos Deputados e do Senado, além de organziações da sociedade civil também integram a comissão de transparência das eleições.