Pesquisa desenvolvida pela UFSCar está buscando voluntários que tenham dor lombar crônica

Da Redação – 24/10/2022 -Imagem: Internet

 

Uma pesquisa de pós-doutorado, desenvolvida no programa de pós-graduação em fisioterapia da UFSCar, está buscando voluntários que tenham dor lombar crônica para investigar os efeitos da terapia manual na intensidade de dor, na funcionalidade e na percepção de melhora dos indivíduos. 

serão oferecidas seis sessões de terapia manual gratuitas para os participantes. 

A dor lombar afeta cerca de 23% da população mundial e pode ser recorrente em até 80% dos indivíduos acometidos. Geralmente, esse tipo de dor está associado a incapacidades progressivas, que trazem prejuízos tanto na funcionalidade e qualidade de vida dos indivíduos, como desdobramentos socioeconômicos desfavoráveis.

A causa é multidimensional e diversos fatores de risco estão associados, como por exemplo, o sedentarismo, a obesidade, o estresse, dentre outros. Não há um tratamento padronizado para pacientes que apresentam dor lombar e há várias intervenções fisioterapêuticas disponíveis para tratar o problema.

Para realizar a pesquisa, estão sendo convidados voluntários, homens ou mulheres, com idades entre 18 e 60 anos, que tenham dor lombar há três meses ou mais, e que não tenham feito nenhum tratamento nos últimos três meses. Além disso, os voluntários devem apresentar limitações nas tarefas diárias causadas pela dor. Os interessados devem entrar em contato com a equipe pelo telefone/Whatsapp (16) 98163-8793.