Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Pesquisa da USP São Carlos vem apresentando bons resultados na reabilitação de pacientes com sequelas pós-covid-19

Da Redação – 03/05/2022 – Foto: Divulgação / Portal USP

 

Segundo artigo publicado na Revista Laser Physics Letters, terapias à base de luz, como fotobiomodulação e fotodinâmica, aliadas a técnicas como laser e pressão negativa estão apresentando bons resultados na reabilitação de pacientes com sequelas pós-covid-19, incluindo os que tiveram lesões musculares, articulares, neurológicas, dermatológicas e pulmonares.

A pesquisa vem sendo conduzida por grupos do Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica (Cepof) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) de óptica básica e aplicada às ciências da vida ambos coordenados por Vanderlei Bagnato, professor do Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (IFSC-USP).

No estudo publicado em Laser Physics Letters, em particular, são apresentados protocolos para tratamento de pacientes que ficaram acamados por longos períodos, precisaram ser intubados ou tiveram infecções secundárias no trato respiratório (como pneumonia bacteriana) fatores que elevam o risco de mortalidade.

Alguns produtos já estão aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), iniciando a fase de comercialização. Outros ainda estão em pesquisa, mas apresentam bons resultados, como os relatados no artigo.