Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Pesquisa aponta para o desgaste do ensino remoto entre os estudantes

Por Sig Eikmeier, da Agência Rádio 2

 

Quantidade de alunos desmotivados para estudar aumenta de 46 por cento em maio, para 54 por cento em setembro.

No mesmo período, o percentual de estudantes com dificuldade para se organizar e acompanhar os estudos de casa passou de 58 por cento para 68 por cento.

Os dados são de pesquisa realizada pelo Datafolha a pedido do Instituto Lemann, do Itaú Social e da Imaginable Futures.

O levantamento ouviu mais de mil pais ou responsáveis por alunos de escolas públicas municipais e estaduais, entre os dias 16 de setembro e dois de outubro.

Em entrevista ao G1, o diretor executivo da Fundação Lemann, Denis Mizne, diz que a pesquisa acende um alerta para o risco de muitos alunos desistirem da escola.

O estudo mostra que enquanto em maio 74 por cento dos estudantes receberam atividades para fazer em casa, em setembro o percentual aumentou para 92 por cento.

No entanto, o levantamento indica que os alunos estão cansados e aponta para um desgaste no modelo remoto.

Na avaliação de Denis Mizne, é preciso debater o que vai acontecer neste e no próximo ano letivo, e oferecer uma volta às aulas com segurança e com apoio pedagógico, para que os estudantes recuperem o que deixaram de aprender.