Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Passagem do ensino fundamental para o ensino médio é o período de maior abandono escolar no Brasil

Por Agência Rádio 2 – 15/09/2021

 

O Brasil tem aproximadamente 1 milhão e 400 mil crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos fora da escola.

A estimativa é do Fundo das Nações Unidas para a Infância, o Unicef, feita com base em dados do IBGE, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

A passagem do Ensino Fundamental para o Médio é o período de maior abandono escolar .

E as causas são muitas. Como a dificuldade de acesso às escolas e a situação econômica. Muitos jovens,  especialmente os estudantes de áreas rurais e periferias urbanas, largam os estudos em razão da falta de vagas próximas à residência ou porque precisam trabalhar para ajudar na renda familiar.

Além disso, o atraso escolar é fator importante e, no entendimento do empreendedor da área da Educação, Arthur Machado, um problema mal resolvido no nosso país.

De acordo com estimativas do Unicef, no Brasil, mais de 7 milhões de estudantes da educação básica estão em situação de distorção idade-série – ou seja: têm dois ou mais anos de atraso escolar.

Para Arthur Machado, no entanto, esse e os demais motivos que justificam a evasão escolar são, na realidade, sintomas de um problema ainda maior: a baixa qualidade do ensino.

A evasão escolar traz conseqüências não só para o aluno, mas para a sociedade como um todo.

Os estudantes que abandonam a escola tendem a ter baixa autoestima, o que dificulta suas relações pessoais e também profissionais.

Além disso, quanto menos jovens completam os estudos, menos profissionais qualificados vão para o mercado, o que pode afetar negativamente a economia do país.