Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Papa Francisco em 2 de novembro no Campo Santo Teutônico

Benedetta Capelli – Vatican News
Por ocasião da comemoração dos fiéis defuntos, o Pontífice celebrará a Missa no cemitério no Vaticano, de forma estritamente privada. Também para as demais celebrações programadas haverá uma presença restrita de pessoas.

As medidas de segurança ditadas pela pandemia marcam também as próximas celebrações presididas pelo Papa Francisco. Na segunda-feira 2 de novembro, dia em que a Igreja recorda os fiéis defuntos, o Pontífice – lê-se numa declaração da Sala de Imprensa Vaticana – irá não muito longe da Casa Santa Marta, ao Campo Santo Teutônico. Ali às 16h (hora de Roma) celebrará a Missa de forma estritamente privada, sem a participação dos fiéis. Na conclusão, irá se deter em oração no cemitério, depois irá às Grutas Vaticanas para prestar homenagem aos Pontífices falecidos.

Presença limitada dos fiéis

Na quinta-feira, 5 de novembro, às 11 horas (hora de Roma) no Altar da Cátedra na Basílica do Vaticano, Francisco celebrará a Missa em sufrágio dos cardeais e bispos que faleceram durante o ano. Para esta última celebração e para as celebrações dos próximos meses, o Papa celebrará com uma participação muito limitada de fiéis, de acordo com as modalidades utilizadas nos últimos meses, e no pleno respeito das medidas de proteção previstas, exceto no caso de variações devidas a uma alteração da situação sanitária.