Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Papa aos peregrinos na Basílica: vocês testemunharam o estilo da “Igreja em saída”

Por Silvonei José – Vatican News – 24/11/2021
O Papa Francisco encontrou grupos de italianos em peregrinação aos quais fez uma saudação especial.

Na primeira parte da Audiência geral desta quarta-feira, na Basílica de São Pedro, o Papa Francisco encontrou grupos de italianos em peregrinação aos quais fez uma saudação especial.

“Tenho o prazer de dar a vocês as boas-vindas a esta Basílica – disse o Papa – e de estender a cada um de vocês as minhas cordiais saudações.

Papa com peregrinos
Papa com peregrinos

Francisco saudou por primeiro a Família Vicentina da Itália, que promoveu a peregrinação de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa a todas as regiões italianas, juntamente com as dioceses e paróquias, acrescentando:

“Nestes meses de pandemia, a sua missão levou esperança, fazendo muitos experimentarem a misericórdia de Deus. Penso em particular nas pessoas solitárias, nos doentes nos hospitais, nos que vivem nas prisões, nos centros de acolhimento e na periferia existencial. Obrigado, porque vocês testemunharam o estilo da “Igreja em saída” que chega a todos, a começar pelos excluídos e marginalizados”.

O Papa pediu que eles continuem “por este caminho e abram-se cada vez mais à ação do Espírito Santo, que lhes dá a força para proclamar corajosamente a novidade do Evangelho”.

Papa com peregrinos
Papa com peregrinos

Em seguida a saudação de Francisco foi para os peregrinos da Associação João Paulo II de Bisceglie:

“Caros amigos, imitem o exemplo deste Santo Pontífice e esforcem-se por compreender e acolher o amor de Deus, fonte e a razão da nossa verdadeira alegria. Em comunhão com os seus Pastores, anunciem Cristo com as suas vidas, na família e em todos os ambientes”.

Por fim a saudação do Papa Francisco aos membros da Associação Italiana de Vítimas da Violência.

“Caros irmãos e irmãs, agradeço vocês pelo seu trabalho de assistência e apoio àqueles que sofreram maus-tratos e vivem em situação de angústia e desconforto. A violência é feia; uma atitude violenta é muito feia. Com a sua importante atividade, vocês contribuem para a construção de uma sociedade mais justa e solidária”.

O Papa concluiu com o desejo que o seu exemplo inspire em todos um compromisso renovado, para que as vítimas da violência possam ser protegidas e o seu sofrimento levado em consideração e sejam escutadas. “Obrigado a todos vocês por esta visita!”