Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Oscar 2022; Confira como foi a premiação

Por Erica Roveder – 28/03/2022

 

Na noite deste domingo(27), foi realizada a cerimônia da 94ª edição do Oscar, que retornou integralmente ao Teatro Dolby, em Los Angeles (EUA), e uma das novidades foi o anúncio de oito categorias antes do início oficial do evento.

O destaque da noite foi o tapa que o ator Will Smith deu no comediante Chris Rock, que  foi chamado para apresentar o Oscar de melhor documentário. Na sua introdução ao prêmio, Rock fez uma piada sobre a mulher de Will Smith. Ofendido, o ator subiu ao palco e deu um tapa em Rock.

Na apresentação, Chris Rock disse: “Jada, mal posso esperar por Até o Limite da Honra 2“, disse o comediante. A piada era uma referência ao filme “Até o limite da honra” (1997), em que a atriz Demi Moore interpreta uma militar com cabelos raspados.

Jada Pinkett Smith estava no Oscar com seu cabelo raspado — que é resultado de alopecia, uma condição que provoca queda de cabelo.

Inicialmente, Smith apareceu no vídeo rindo, mas em seguida ele subiu ao palco e acertou um tapa em Chris Rock, que ficou parado e não reagiu.

“Eu acho que o Will Smith acabou de me dar uma surra”, disse Rock, em meio a um palavrão.

“Mantenha o nome da minha esposa fora da sua boca”, gritou Smith, também em meio a palavrões.

“Uau, era uma piada com Até o Limite da Honra, cara”, respondeu Rock.

Smith voltou a exigir que o comediante não falasse sobre sua mulher, e Rock respondeu: “Pode deixar”.

“Essa foi a melhor noite na história da televisão”, disse Rock, aparentemente atônito.

No final da cerimônia, Will Smith venceu o prêmio de Melhor Ator pelo filme King Richard: Criando Campeãs, em que interpreta o pai das tenistas Venus e Serena Williams. Ao subir ao palco, Smith foi ovacionado pelo público presente.

Em seu discurso, aos prantos, ele pediu desculpas à Academia e “a todos os meus colegas indicados”, mas não mencionou Rock.

“A arte imita a vida. Eu pareço um pai maluco, assim como diziam sobre Richard Williams [o papel interpretado por Smith no filme]. Mas o amor faz você fazer coisas loucas.”

Premiação

Dentre as ilustres premiações, “No Ritmo do Coração” ganhou como melhor filme. O longa se consagra como a primeira produção de streaming (Apple TV+) a vencer a principal estatueta.

Jane Campion, venceu como melhor diretora pelo filme “Ataque dos Cães”, tornando-se a terceira mulher a vencer o Oscar nesta categoria. A primeira foi Kathryn Bigelow, que venceu por “Hurt Locker” e a diretora de “Nomadland”, Chloé Zhao, que levou a estatueta no ano passado.

Will Smith levou o Oscar como melhor ator pelo filme “King Richard: Criando campeãs”. Já Jessica Chastain foi premiada como melhor atriz, por seu papel em “Os Olhos de Tammy Faye”.

O destaque vai para a ficção científica “Duna”, que recebeu seis estatuetas nesta noite: melhor design de produção, melhor edição, melhor trilha sonora, melhor som, melhor fotografia e efeitos visuais.

A vencedora de melhor atriz coadjuvante foi Ariana DeBose, por sua atuação em Amor, Sublime Amor. Troy Kotsur, de “No ritmo do coração”, levou a estatueta na categoria melhor ator coadjuvante. Troy Kotsur fez história no Oscar 2022, tornando-se o primeiro ator surdo a ganhar um Oscar na categoria de melhor ator coadjulvante.

Ariana DeBose recebeu o Oscar em sua primeira indicação ao prêmio. A atriz recebeu elogios por seu papel como Anita no filme musical, e é a primeira mulher negra abertamente queer a vencer nesta categoria.

Quando DeBose subiu ao palco, ela disse emocionada: “Mesmo neste mundo estranho em que vivemos, os sonhos se tornam realidade… obrigado Steven Spielberg, você está preso a mim agora.”

“Encanto“, da Disney, levou o Oscar por melhor animação. O filme, dirigido por Jared Bush e Byron Howard, conta a história de uma família mágica da Colômbia chamada Madrigals. A personagem principal Mirabel (Beatriz), que não recebeu um poder especial, tem a tarefa de salvar a magia de sua família e o faz com a ajuda de seu tio Bruno, que pode ver o futuro.

A trilha de sucesso do filme: “We Don’t Talk About Bruno”, alcançou o primeiro lugar na parada Billboard Hot 100 em janeiro. A melodia cativante foi escrita por Lin-Manuel Miranda e se tornou a primeira música da Disney a alcançar o primeiro lugar desde o sucesso de “Aladdin” de 1993, “A Whole New World”.

Mais prêmios

“Belfast” levou a estatueta de ouro na categoria melhor roteiro original. E o longa japonês “Drive my car” venceu como melhor filme internacional.

A categoria de melhor documentário em curta-metragem ficou com “The Queen of Basketball”. O vencedor de melhor curta animado foi “The Windshield Wiper”.

“Os olhos de Tammy Faye” faturou o Oscar por Melhor Cabelo e Maquiagem, em mais uma das categorias anunciadas antes do início da premiação.

O filme “Onde eu moro”, codirigido pelo brasileiro Pedro Kos, concorria a melhor curta-metragem, mas o prêmio ficou com “The Long Goodbye”. O prêmio de melhor documentário em longa-metragem ficou com “Summer of Soul”.

Edição de 2022

Nesta edição, três mulheres comandam a atração: Amy Schumer, Regina Hall e Wanda Skies. Mais um movimento da presidência da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas que sinaliza uma mudança de postura em busca de mais diversidade no prêmio.

Neste ano, o embate entre as plataformas de streaming e os grandes estúdios tem filmes de peso concorrendo ao principal prêmio da noite. A Netflix vem com duas indicações: os longas “Ataque dos Cães” e “Não Olhe Para Cima”. A Universal entra com “Belfast”. A Warner Bros com “Duna”. E a Disney com “Amor, Sublime Amor”.

A presença dos indicados do streaming já é predominante. Sete das dez produções que concorrem a melhor filme estão disponíveis nas plataformas, e o restante pode ser visto por meio de aluguel ou compra digital.

Veja a lista completa de nomeados e a atualização de vencedores em cada categoria: 

Melhor Filme:

  • Belfast
  • No Ritmo do Coração
  • Não Olhe para Cima
  • Drive My Car
  • Duna
  • King Richard
  • Licorice Pizza
  • Nightmare Alley
  • Ataque dos Cães
  • Amor, Sublime Amor

Melhor Direção:

  • Belfast
  • Drive My Car
  • Licorice Pizza
  • Ataque dos Cães
  • Amor, Sublime Amor

Melhor Ator:

  • Javier Bardem (Apresentando os Ricardos)
  • Benedict Cumberbatch (Ataque dos Cães)
  • Andrew Garfield (Tick, Tick… Boom!)
  • Will Smith (King Richard)
  • Denzel Washington (A Tragédia de MacBeth)

Melhor Atriz:

  • Jessica Chastain (Os Olhos de Tammy Faye)
  • Olivia Colman (A Filha Perdida)
  • Kristen Stewart (Spencer)
  • Penélope Cruz (Madres Paralelas)
  • Nicole Kidman (Apresentando os Ricardos)

Melhor Ator Coadjuvante:

  • Ciarán Hinds (Belfast)
  • Troy Kotsur (No Ritmo do Coração)
  • Jesse PLemons (Ataque dos Cães)
  • J.K. Simmons (Apresentando os Ricardos)
  • Kodi Smit-McPhee (Ataque dos Cães)

Melhor Atriz Coadjuvante:

  • Jessie Buckley (A Filha Perdida)
  • Ariana Debose (Amor, Sublime Amor)
  • Judi Dench (Belfast)
  • Kirsten Dunst (Ataque dos Cães)
  • Aunjanue Ellis (King Richard)

Melhor Roteiro Original:

  • Belfast
  • Não Olhe para Cima
  • King Richard
  • Licorice Pizza
  • A Pior Pessoa do Mundo

Melhor Roteiro Adaptado:

  • No Ritmo do Coração
  • Drive My Car
  • Duna
  • A Filha Perdida
  • Ataque dos Cães

Melhor Fotografia:

  • Greig Fraser (Duna)
  • Dan Lautsen (O Beco do Pesadelo)
  • Ari Wegner (Ataque dos Cães)
  • Bruno Delbonnel (A Tragédia de Macbeth)
  • Janusz Kominski (Amor, Sublime Amor)

Melhor Trilha Sonora Original:

  • Não Olhe para Cima
  • Duna
  • Encanto
  • Madres Paralelas
  • Ataque dos Cães

Melhor Canção Original:

  • “Be Alive” (King Richard)
  • “Dos Oruguitas” (Encanto)
  • “Down To Joy” (Belfast)
  • “No Time To Die” (007 – Sem Tempo para Morrer)
  • “Somehow You Do” (Four Good Days)

Melhor Edição/Montagem:

  • Não Olhe para Cima
  • Duna
  • King Richard
  • Ataque dos Cães
  • Tick, Tick… Boom!

Melhor Figurino:

  • Cruella
  • Cyrano
  • Duna
  • O Beco do Pesadelo
  • Amor, Sublime Amor

Melhor Cabelo e Maquiagem:

  • Um Príncipe em Nova York 2
  • Cruella
  • Duna
  • Os Olhos de Tammy Faye
  • Casa Gucci

Melhor Design de Produção:

  • Duna
  • Ataque dos Cães
  • O Beco do Pesadelo
  • A Tragédia de MacBeth
  • Amor, Sublime Amor

Melhor Filme Internacional:

  • Drive My Car (Japão)
  • Flee (Dinamarca)
  • A Mão de Deus (Itália)
  • Lunana (Butão)
  • A Pior Pessoa do Mundo (Noruega)

Melhor Documentário em Longa-metragem:

  • Ascension
  • Attica
  • Flee
  • Summer of Soul
  • Writing with Fire

Melhor Documentário em Curta Metragem:

  • Audible
  • Lead Me Home
  • The Queen of Basketball
  • Three Songs for Ben Azir
  • When We Were Bullies

Melhor Animação em Longa Metragem:

  • Encanto
  • Luca
  • Flee
  • A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas
  • Raya e o Último Dragão

Melhor Animação em Curta Metragem:

  • Affairs of the Art
  • Bestia
  • Robin Robin
  • Boxballet
  • The Windshield Wiper

Melhor Curta Metragem em Live-action:

  • Ala Kachuu – Take and Run
  • The Dress
  • The Long Goodbye
  • On My Mind
  • Please Hold

Melhor Som:

  • Belfast
  • Duna
  • 007 – Sem Tempo para Morrer
  • Ataque dos Cães
  • Amor, Sublime Amor

Melhores Efeitos Visuais:

  • Duna
  • Free Guy
  • 007 – Sem Tempo para Morrer
  • Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis
  • Homem-Aranha: Sem Volta para Casa

Onde assistir  os filmes premiados

  • Belfast – estreia nos cinemas no dia 10 de março
  • Não Olhe para Cima – Netflix
  • Duna – HBO Max
  • Licorice Pizza – estreia nos cinemas no dia 17 de fevereiro
  • Ataque dos Cães – Netflix
  • No Ritmo do Coração – Amazon Prime Video
  • Drive my car – sem data definida para estrear no Mubi
  • King Richard: Criando campeãs – HBO Max
  • O Beco do Pesadelo – em cartaz nos cinemas
  • Amor, Sublime Amor – estreia na plataforma Disney+ no dia 2 de maio