Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Oração de São Bernardo de Claraval

Oração de São Bernardo a Virgem Maria

Lembrai-vos, ó piíssima Virgem Maria, que jamais se ouviu dizer que algum daqueles que tem recorrido a vossa proteção, implorando o vosso auxílio, e reclamando o vosso socorro, fosse por vós desamparado. Animado, pois, com igual confiança, ó Virgem das virgens, como à Mãe recorro e de vós me valho e, gemendo sob o peso dos meus pecados, me prostro a vossos pés; não desprezeis as minhas súplicas, ó Mãe do Filho de Deus, mas dignai-vos de as ouvir propícia e me alcançar o que vos rogo. À vossa proteção recorremos, Santa Mãe de Deus, não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades, mas livrai-nos sempre de todos os perigos, ó Virgem gloriosa e bendita. Amém.

Oração a São Bernardo Claraval

Meu santo Abade de Claraval, São Bernardo, fervoroso servo de Maria, a igreja o honra e o invoca universalmente como padroeiro das causas mais difíceis visto dirigir a Maria todo o seu fervor. Assim peço que com Maria venha pedir por mim a Jesus. Eu estou sozinho e desamparado. Faça uso, eu imploro, do seu especial privilégio que Maria deu a vós para trazer um beneficio visível e rápido a esse seu servo desesperado. Venha assistir a este servo que está em grande dificuldade e grande necessidade de consolo e ajuda e atribulado e com sofrimentos.

Assim me consiga a graça (diga aqui o seu pedido) e ainda a graça da salvação da minha alma. E que isto possa agradar a Deus, a vós, seu eleito para sempre. Eu prometo amado São Bernardo sempre honrar-vos com fervor e, como meu especial padroeiro, encorajar a devoção a vós. Amém

História

São Bernardo é considerado pela família Cisterciense um segundo fundador, pois atraía a tantos para a Ordem, que as mães e esposas afastavam os filhos e maridos do santo; tamanho era real o poder de atração de Bernardo que todos os irmãos, primos e amigos o seguiram. Homem de oração destacou-se como pregador, prior, místico, escritor, fundador de mosteiros, abade, conselheiro de Papas, reis, Bispos e também polemista, político e pacificador.

Aconteceu que São Bernardo, mesmo sendo contemplativo, entrou no concreto da realidade da sua época, a ponto de participar de várias polêmicas internas e externas da Igreja da época.

Do Mosteiro de Claraval, o santo irradiava a luz do cristianismo, isto também pelos escritos, como o Tratado do Amor de Deus e o Comentário ao Cântico dos Cânticos; a invocação é fruto de sua profunda e sólida devoção a Nossa Senhora: “Ó clemente, ó piedosa, ó doce Virgem Maria”. Pela Mãe do Céu, foi acolhido na eternidade em 1153.

São Bernardo rogai por nós!