Novo auxílio emergencial para 40 milhões de pessoas precisa de aprovação na Câmara

Por Agência Rádio

 

Novo auxílio emergencial para ajudar famílias afetadas pela pandemia de Covid-19 deve passar por aprovação da Câmara de Deputados.

A proposta precisa de, no mínimo, 308 votos favoráveis entre os 513 parlamentares, em duas votações como ocorreu no Senado.

Após a aprovação, o governo deve editar Medida Provisória que definirá o formato do benefício.

A previsão é que sejam concedidas quatro parcelas, entre março e junho, no valor de 250 REAIS cada.

Mães chefes de família devem receber 50 POR CENTO a mais, no total de 375 REAIS.

O auxílio deve beneficiar 40 milhões de brasileiros, inclusive os 14 milhões que recebem Bolsa Família.

De acordo com a Caixa, assim que o governo editar a MP o pagamento deve começar em uma semana.