Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

No Dia da Mulher, uma realidade que ainda exige muita reflexão e ações: mulheres ganham espaço no mercado de trabalho, mas ainda enfrentam preconceitos.

Da Redação – 08/03/2021

Ser mulher é enfrentar um desafio diferente todos os dias. É superar barreiras, muitas vezes, invisíveis. Apesar de serem a maioria da população brasileira (51,8%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE), elas ainda enfrentam cenários desiguais, seja na divisão das tarefas domésticas ou nos ganhos no mercado de trabalho. Muitas vezes, elas assumem tripla jornada. Saem para trabalhar, cuidam da casa, dos filhos. Em vários lares, elas são arrimo e sustentam sozinhas suas famílias. Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), em 2018, 45% dos domicílios brasileiros eram comandados por mulheres.

E Jornal SDS desta segunda-feira(08) a pneumologista e médica do sono, Dra Renata Ferlin Arlex, falou sobre a importância deste dia e a sensibilidade feminina no enfrentamento à pandemia

 

 

 

Colabore com a Rádio Diocesana, seja um Amigo da Rádio. Entre em contato no fone (16) 3362-4485 ou pelas nossas Redes Sociais.