Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Ministério da Saúde dispensa Covaxin no Programa Nacional de Imunização

Por Agência Rádio 2 – 15/07/2021

 

Vacina Covaxin não é necessária ao Programa Nacional de Imunização. O Brasil já tem doses suficientes de imunizantes contra a Covid-19 para imunizar toda a população.

A afirmação é do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que declarou não ter necessidade das doses produzidas pelo laboratório Bharat Biotech, alvo de investigação na CPI da Covid no Senado.

Da mesma forma, o governo dispensa a vacina russa Sputnik V, do Instituto Gamaleya.

Neste caso, a alegação é a falta de registro ou aval de agências reguladoras de saúde para uso emergencial.

Ambas as vacinas têm autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) apenas para importação.

A licença para entrada do fármaco no Brasil é condicionada a 21 itens, um deles, é atender ao menos 1% da população do estado que pleiteou a compra.

O Ministério da Saúde já adquiriu 600 milhões de vacinas e, segundo Queiroga, não há mais necessidade desses imunizantes.

A pasta estuda o cancelamento dos acordos para compra.