Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Máscara PFF2 ou N-95 é mais segura contra variante Delta, afirmam especialistas dos EUA

Por Agência Rádio 2 – 30/08/2021

 

Variante Delta reacendeu a preocupação do governo norte-americano com a disseminação do coronavírus.

Após quase dois meses de ter abolido o uso de máscara facial como medida de proteção contra a Covid-19, governo volta a recomendar o acessório para conter o contágio.

O que se discute entre especialistas é a necessidade de especificar o tipo de proteção que seja mais eficaz.

Scott Gottlieb, ex-comissário da FDA – agência reguladora de drogas e alimentos – afirmou a uma emissora de TV, que é importante adotar máscaras de alta qualidade, como a N-95, chamada PFF2 no Brasil.

A mesma opinião foi expressada por Mônica Gandhi, professora de medicina especializada em doenças infecciosas da Universidade da Califórnia.

Os especialistas destacam que a vacina ainda é a melhor prevenção, mas muitas pessoas ainda não receberam as doses.

Porém, com a disseminação rápida da variante Delta, é necessário fazer uso de máscaras mais eficazes, principalmente por pessoas mais vulneráveis a doenças graves.

Eles explicam que o acessório de tecido comum não tem propriedade para filtrar as partículas, como o de polipropileno,usado nas cirúrgicas ou nos respiradores.

Além disso, as N-95 ou PFF2 são projetadas para se ajustar bem ao rosto, o que permite filtrar ao menos 95% de partículas do ar.

As de formato retangular são menos recomendadas por não se ajustarem bem às formas da face e deixarem vazamentos.

Os profissionais alertam, no entanto, que é preciso ficar atento aos modelos falsificados, que não têm a certificação de órgãos reguladores.