Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Mais de 500 mil pessoas já caíram no golpe de sites falsos na busca por dinheiro esquecido em bancos

Por Agência Rádio 2 – 17/02/2022

 

Ao menos 567 mil pessoas já foram vítimas de cibercriminosos, que utiizam páginas falas, semelhantes à do Banco Central para consulta de valores esquecidos em bancos.

A estimativa é da Psafe, braço especializado em cibersegurança do grupo CyberLabs.

Desde o fim de janeiro, quando a consulta foi liberada pelo Banco Central, até o último dia 14 de fevereiro, quando o sistema foi reativado, após sair do ar por excesso de demanda, foram criados diversos sites falsos para enganar clientes em busca dos valores.

As vítimas recebem links por e-mail ou por redes sociais e acabam inserindo dados pessoais nessas plataformas falsas.

As informações são utlizadas pelos criminosos para aplicar outros golpes na web, como invadir sistemas públicos e privados ou mesmo acessar redes particulares das vítimas.

De acordo com a Psafe, três sites falsos receberam mais de um milhão de consultas. Isso apenas dos usuários de celulares com sistema Android.

A busca não permitiu verificar se um mesmo usuário acessou mais de um desses endereços falsos.

O golpe é aplicado a partir do envio de um desses links para a vítima.

A pessoa recebe a mensagem que pode consultar ali se tem dinheiro em algum banco, e, inclusive, transferir o saldo para sua conta bancária atual.

Alguns, pedem até a chave do PIX.

Fique atento: o site oficial e único para consulta é: valoresareceber.bcb.gov.br