Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Mais de 28 milhões de pessoas não devem receber novo auxílio emergencial

Por Agência Rádio 2 – 18/03/2021

 

Cerca de 28 milhões 400 mil pessoas devem ficar fora da lista de concessão do novo auxílio emergencial aprovado na PEC pela Câmara.

A estimativa é do movimento Rede Renda Básica Que Queremos, organização que reúne sindicatos e entidades sociais.

A redução no número de beneficiários – que deve cair de 68 MILHÕES 200 MIL no ano passado, para 39 MILHÕES E 800 MIL – se deve à diminuição dos valores nesta nova versão.

O governo destinou, em 2020, cerca de 293 bilhões de reais nas duas rodadas de pagamento, segundo dados divulgados pela Caixa.

A previsão para este ano é de 44 bilhões de reais.

São Paulo é o estado que mais deve sofrer redução, com CINCO MILHÕES 400 MIL pessoas fora da lista.

Na sequência, Minas excluirá DOIS MILHÕES 700 MIL pessoas; Bahia e Rio de Janeiro, ambos que terão de deixar cerca de DOIS MILHÕES 400 MIL pessoas de fora.