Lojas precisam ficar abertas para manter a empregabilidade, afirma Alshop

Por Agência Rádio 2 – 05/01/2021

 

Mais de 21 mil trabalhadores correm o risco de perder seus empregos, se o comércio voltar a ficar fechado em São Paulo.

Além disso, três mil e 500 lojas podem ser obrigadas a encerrar as atividades de forma definitiva.

O alerta foi feito pela Associação Brasileira dos Lojistas de Shoppings, a Alshop, após o governo paulista ter proibido as lojas de abrir as portas por seis dias, entre o final e o início do ano.

A entidade informa que o faturamento do setor teve redução de 12 por cento nas vendas do Natal, na comparação com o mesmo período de 2019.

O presidente da Alshop, Nabil Sahyoun, lembra que os meses de janeiro e fevereiro são historicamente mais fracos para o comércio.

Ele defende que as lojas fiquem abertas, com medidas de prevenção ao coronavírus, para que seja possível manter a empregabilidade.

Para atrair os consumidores, os lojistas devem iniciar um período de promoções e liquidações.

Pesquisa da Alshop mostra que 53 por cento dos clientes buscam o preço como fator determinante para uma compra e 39 por cento se sentem atraídos por descontos.