Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Justiça eleitoral já recebeu quase 22 mil denúncias de irregularidades em propagandas

Irregularidades em propagandas eleitorais já resultaram em pelo menos 21 mil e 800 denúncias, desde o dia 27 de setembro.

Elas foram recebidas pelo aplicativo Pardal, criado pela Justiça Eleitoral para que o cidadão possa atuar como fiscal durante o período das eleições municipais.

O Estado de São Paulo lidera a lista, com três mil e 900 registros, o equivalente a 17 por cento do total.

Em segundo lugar aparece Pernambuco, com duas mil 258 reclamações, seguido pelo Rio Grande do Sul, onde foram feitas duas mil 229 queixas.

Minas Gerais está em quarto lugar, com mil 982 denúncias e a Bahia aparece em quinto, com mil 768 reclamações.

De acordo com o Correio Braziliense, apesar de possuir um dos maiores colégios eleitorais do País, o Rio de Janeiro registrou até agora 584 queixas.

O aplicativo não especifica quais foram as irregularidades, mas especialistas acreditam que a maioria delas se refere à divulgação de informações falsas.

A recomendação é para que o eleitor sempre confirme se os conteúdos que recebeu são verdadeiros, antes de compartilhar.

 

Por Agência Radio 2