Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Ítalo Ferreira é ouro no surf em Tóquio; Scheffer fica com o bronze nos 200m livre da natação

Por Agência Rádio 2 – 27/07/2021

 

Ítalo Ferreira brilha e faz história em Tóquio.

Nascido no Rio Grande do Norte há 27 anos, o surfista garantiu, na madrugada desta terça, o primeiro ouro do Brasil nesta edição dos jogos olímpicos.

Foi também o primeiro a levar o título da modalidade na história das Olimpíadas, já que esta é a primeira vez que o surf faz parte do circuito olímpico.

E o Brasil teve a chance de ter ainda um outro representante entre os medalhistas: Gabriel Medina, bi-campeão mundial, era, para muitos, certeza de medalha na modalidade.

O paulista, no entanto, caiu diante do japonês Kanoa Igarashi, nas semifinais, e , na disputa pelo bronze, não conseguiu superar o australiano Owen Wirght. Medina terminou as disputas olímpicas do surf na quarta colocação.

Mas não foi só Ítalo Ferreira que garantiu medalha para o Brasil na madrugada desta terça. Teve pódio brasileiro também nas piscinas.

O nadador Fernando Scheffer, gaúcho, de 23 anos, fez bonito na prova final dos 200m livre e, com 1min44s66, garantiu a terceira colocação. Medalha de bronze.

Uma medalha, aliás, que o Brasil sentia saudades. Veio 25 anos depois de Gustavo Borges ter ficado com a prata com a prata nos 200m livre nas Olimpíadas de Atlanta.