Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Ipen suspende a fabricação de remédios contra o câncer por falta de insumos

Por Agência Rádio 2 – 21/09/2021

Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) anunciou a suspensão da produção de remédios, muitos essenciais para o tratamento de câncer, por falta de insumos.

Na semana passada, o Inpen buscou alternativa junto ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação para importar os gêneros necessários para a produção de produtos comoiodo, Lutécio 177 e outros fármacos.

Existe risco de faltar medicamentos no mercado, conforme alerta do presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear, Geoge Coura Filho.

Segundo ele, o último carregamento de iodo chegou na segunda-feira. A substância é usada no tratamento de câncer de tireóide.

Já o fornecimento de Lutécio, radiofármaco para tratar tumor neuroendócrino, foi suspenso.

Coura avalia que até DOIS MILHÕES de pessoas serão afetadas pela interrupção na distribuição dos medicamentos do Ipen, que representam 10 POR CENTO dos fármacos para tratamento de câncer.

As informações são do Estadão.