Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

INSS tem 1,8 milhão de pedidos de benefício na fila de espera; tecnologia deve ajudar a acelerar análises

Por Agência Rádio 2 – 02/12/2021

 

O INSS pretende acabar com a fila de espera por benefícios da Previdência Social até julho do ano que vem.

O desafio é grande. Atualmente, o INSS tem cerca de um milhão e 800 mil pedidos para analisar.

Mas o novo presidente no órgão, José Carlos Oliveira, aposta na tecnologia como principal aliada. A estratégia para fazer a fila andar é ampliar a análise automática dos pedidos de aposentadorias.

Além disso, a avaliação das condições sociais e físicas de quem pede o BPC, que é o benefício assistencial para idosos de baixa renda e pessoas com deficiência, também deve ficar mais rápida com a análise sendo feita de maneira remota.

E o INSS também pretende renovar contratos de servidores temporários e cedidos por outros órgãos para poder dar celeridade aos processos.

Segundo o governo, todos os meses o Instituto processa a entrada de 900 mil novos requerimentos.

O prazo para análise desses pedidos é de 45 dias; dos quase 2 milhões de processos em fia, metade está dentro do prazo e a outra metade, com atrasada.