Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Imóveis residenciais ficam, em média, 0,45% mais caros em novembro

Por Milena Abreu, da Agência Rádio 2

 

O metro quadrado no Brasil está mais caro.

É o que mostra o índice de FipeZap, que acompanha o comportamento do preço médio de venda de imóveis residenciais em 50 cidades brasileiras.

O indicador registrou avanço de 0,45% em novembro, abaixo da inflação esperada para o mês, que é de 0,62%.

No acumulado no ano, a alta nominal é de 3,21% nas 50 cidades pesquisadas, valor, nesse caso, acima da inflação projetada para o período de janeiro a novembro, que é de 2,85%

De acordo com o apurado, o preço médio do metro quadrado nas 50 cidades monitoradas ficou em 7 mil, 455 em novembro.

Entre as capitais monitoradas, o Rio de Janeiro é a que registra a medida mais cara do país: 9 mil, 409 reais por metro quadrado. A Cidade Maravilhosa é seguida por São Paulo, onde o metro quadrado custou, em média, 9 mil, 294 reais, em novembro, e Brasília, com custo de 7 mil, 988 o metro quadrado residencial.

Na outra ponta da tabela estão Campo Grande, Goiânia e João Pessoa.

Nessas 3 capitais, o valor médio de venda residencial por metro quadrado não chegou a 4 mil e 500 reais no décimo primeiro mês do ano.