Home office favoreceu mudança de ambiente e informalidade durante a jornada

Por Agência Rádio 2 – 29/12/2020

 

Adoção do trabalho à distância por boa parte das empresas ao longo do ano de 2020 antecipou a tendência e rendeu resultados positivos.

O que antes era resistência por parte de muitas empresas, temerosas pela queda da produtividade, se tornou a única alternativa em tempos de distanciamento social forçado pela pandemia de Covid-19.

A experiência, antes inconcebível para alguns setores, surpreendeu até mesmo os mais céticos.

Tanto entre os colaboradores como os diretores e gestores.

A flexibilidade, por exemplo, de trabalhar em horários alternativos ou de não se estressar no trânsito, favoreceu o bem-estar emocional e refletiu na produtividade.

Levantamento do Vagas PONTO COM apontou que  a oferta de trabalho remoto saltou de 594 no ano de 2019 para DUAS MIL 130 em 2020.

Especialistas consideram que quase um ano de prática da modalidade do trabalho à distância abre espaço para o chamado “nomadismo digital”.

Um estilo de vida que permite não ter residência fixa mas garantir o trabalho remoto e qualquer parte do mundo.

Tempos ultramodernos em que a locomoção é substituída pela conexão.