Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Estudos preliminares indicam que CoronaVac é segura em crianças

Por Agência Rádio 2 – 24/03/2021

 

Resultados preliminares indicam que a CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, é eficaz também na proteção de crianças e adolescentes contra o novo coronavírus.

De acordo com a empresa, estudo clínico realizado com mais de 500 pessoas com idades entre 3 e 17 anos mostrou produção de resposta imunológica ao vírus, ou seja, os jovens vacinados desenvolveram anticorpos.

Os dados, reforçando, são preliminares e envolvem os ensaios clínicos de fase I e II.

Os jovens envolvidos no estudo receberam, cada um, duas doses de vacina, variando a quantidade entre baixa e média. Para controle, alguns receberam placebo.

Segundo a Sinovac, a maioria das reações adversas foi leve e a quantidade de anticorpos produzidos pelas crianças e adolescentes foi, no geral, maior do que os níveis observados em adultos com idade entre 18 e 59 e em idosos em ensaios clínicos anteriores.

Observou-se ainda que, para crianças de três a 11 anos, a dose mais baixa foi suficiente para induzir resposta imunológica e a dose média funcionou bem para jovens de 12 a 17 anos.

Os resultados ainda não estão publicados em nenhuma revista médica.

Aqui no Brasil, a CoronaVac é desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan e, como crianças não participaram dos estudos clínicos, a dose não é recomendada para menores de 18 anos.