Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Escolas criam estratégia de reforço com aulas extras para preparar alunos ao ano letivo de 2022

Por Agência Rádio 2 – 13/09/2021

 

Para vencer o desafio de manter o equilíbrio da aprendizagem no próximo ano, escolas adotaram estratégias para recuperar o atraso provocado no aproveitamento dos estudantes durante a pandemia.

Muitas particulares e também unidades públicas apostam na criatividade para atrair estudantes a aulas de reforço personalizado, em duplas ou pequenos grupos.

Pode ser no contraturno das aulas presenciais retomadas ou em dias alternados.

Segundo coordenadores pedagógicos, a ideia tem tom de convencimento espontâneo dos alunos para participar como um benefício, não uma punição.

Em entrevista à Folha, Yan Navarro, diretor acadêmico de uma rede de escolhas no estado de São Paulo contou que a preocupação é identificar quais as dificuldades dos alunos e oferecer um atendimento personalizado.

Alguns, tiveram problemas de saúde provocados pelo distanciamento social. Já outros tiveram a aprendizagem afetada, explicou.

Uma prova pode identificar o grau de dificuldade na assimilação dos conteúdos e nortear as aulas de reforço.

O diretor de uma escola na capital paulista, Wagner Borja, destaca que as instituições devem se preocupar não apenas com o aprendizado, mas também com outras habilidades, com os efeitos da perda de convívio para traçar um plano de recuperação.

No Ceará, na cidade de Sobral, a proposta inclui um programa de diagnósticos frequentes para os próximos dois anos, com o reforço na equipe de professores e ampliação na equipe de 15 para 50 psicólogos.