Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Dom Luiz Carlos preside primeira Missa do Crisma como Bispo Diocesano

Por Sidney Prado – Assessoria de Imprensa da Diocese de São Carlos | Foto: Daniel Silva – 13/04/2022

 

Bispos, padres, diáconos, religiosos e fiéis reuniram-se na Catedral de São Carlos Borromeu, na manhã desta Quarta-Feira Santa (13), para celebrar a tradicional Missa do Santo Crisma, também conhecida como Missa dos Santos Óleos, e Missa da Unidade.

A Solenidade foi presidida pela primeira vez por Dom Luiz Carlos Dias, como Bispo Diocesano de São Carlos, e concelebrada por Dom Eduardo Malaspina – Bispo Auxiliar e padres da Diocese.

Na Missa do Santo Crisma acontece a renovação dos votos dos Sacerdotes e a benção dos Santos Óleos dos Catecúmenos e dos Enfermos e a Consagração do Santo Óleo do Crisma. Estes Óleos serão utilizados, ao longo deste ano, até a próxima Quinta-Feira Santa, na administração de sacramentos, como por exemplo, batismos, crismas e unção dos enfermos em todas as paróquias da nossa Igreja Particular.

O Bispo Diocesano deu início à Celebração com uma breve acolhida aos presentes e convidou a todos a vivenciarem aquele momento de comunhão e unidade enraizada e alimentada pela Comunhão Eucarística.

Dando início à homilia, Dom Luiz Carlos enfatizou que esta celebração evidencia a missão comum, também nos lembra e convida à unidade: “O presbitério que se apresenta unido ao seu povo, é o sacramento do sacramentos, o bálsamo dos bálsamos para a curda das feridas, uma motivação para o laicato, e fonte de paz para a Diocese”, disse.

Dom Luiz Carlos, disse ainda que só é capaz de vislumbrar esperança em meio a tanto sofrer quem recebe a unção de Deus e o seu Espírito:” A palavra profética tem o poder de transformar vidas chamadas ao sacerdócio ao dissipar a desesperança, as mágoas, os sentimentos de fracasso, as revoltas, angustias, etc. E reconstruir a esperança necessária para reavivar o dom maravilhoso concedido para salvar e dar a vida. E assim fazer fazer porta vozes da esperança”, concluiu.

Em sequência, o Bispo Diocesano citou a renovação das promessas sacerdotais que aconteceria em instantes e, aproveitou a ocasião para agradecer aos sacerdotes pela zelosa dedicação.

Após a homilia, os padres presentes renovaram os compromissos sacerdotais com a Igreja de Cristo e de obediência ao bispo diocesano. No ritual, Dom Luiz Carlos fez três perguntas aos sacerdotes, que foram respondidas positivamente e audivelmente pela comunidade.
O rito de benção dos Santos Óleos teve início, de fato, somente após a oração da assembleia. Ao chegar ao altar, foi apresentado ao Bispo Diocesano, os óleos que, dizendo, um por vez, na ordem em que chegaram: “Eis, o óleo para o Santo Crisma”, “Eis, o óleo dos Enfermos”, “Eis, o óleo dos Catecúmenos”.
Após uma breve oração, Dom Luiz Carlos e os padres estenderam as mãos e abençoaram os óleos.

Ao final da celebração, o Bispo Diocesano convidou a todos para as missas de ordenações sacerdotais dos Diáconos Transitório, que acontece a partir do próximo mês na Diocese.

Confira como foi a Santa Missa: