Dom Eduardo preside missa na Paróquia Divino Espírito Santo em Jaú

Assessoria de Imprensa da Diocese de São Carlos, com informações da Pascom Divino Espírito Santo – 29/07/2022

 

Foi com grande alegria, que a Paróquia Divino Espírito Santo, de Jaú/SP, vivenciou um momento inigualável em sua história: a Dedicação da Igreja e Inauguração de sua parte externa, a qual ocorreu na noite do último domingo, 24 de julho de 2022.

Presidida por Dom Eduardo Malaspina, Bispo Auxiliar Diocesano, e concelebrada pelo Padre Diego Guilherme Machado, Pároco da Paróquia Divino Espírito Santo, e pelo Padre Uériques de Oliveira Santos, Vigário Paroquial, a Solene Celebração Eucarística levou os presentes a mergulharem nos mistérios de Deus, por intermédio de um rito repleto de simbologias e significados.
Durante a cerimônia, também foi realizado a leitura do Termo de Provisão de Vigário Paroquial, do Padre Uériques, o qual, após a leitura, foi entregue ao mesmo pelo Bispo Auxiliar.

Em sua homilia, Dom Eduardo ressaltou o valor e o poder da oração, levando os fiéis a aprofundarem-se na Liturgia do 17º Domingo do Tempo Comum.

Dom Eduardo, ao falar do Evangelho, disse que Jesus ao ensinar a oração das orações; a oração do Pai-Nosso, traz aos seus discípulos a necessidade de orar antes de agir e agir com uma postura orante. O Pai-nosso é um itinerário de expansão de nós mesmos, uma proposta de descentramento e, resume de forma simples Sua mensagem, Sua intenção e Sua missão.

Logo após a reflexão, Dom Eduardo Malaspina deu seguimento ao rito, com a prece de Dedicação e Unção da Igreja, mostrando que, toda, inteira e para sempre, ela está consagrada. São quatro unções, nas quatro cruzes, que indicam a Nova Jerusalém que tem portas para todos os lados do mundo, ela se abre para todos os cantos e lados: Norte, Sul, Leste e Oeste.

Padre Diego, ao final da cerimônia, agradeceu aos bispos, a todos os presentes e a todos que colaboraram com a obra, e fez questão de mencionar que ela foi pensada e executada com muito carinho, a fim de que todos os que viessem a ela, fossem remetidos à grandeza e à beleza de nosso Deus, que muito nos ama.