Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Dom Eduardo preside missa de apresentação da Oração das Virtudes Heróicas de Monsenhor Ednyr

Por Assessoria de Imprensa da Diocese de São Carlos com informações do Padre Leonardo Nantes Jacomino – 30/08/2021

 

 

O dia 22 de agosto, na cidade de Itápolis é data comemorativa, pois se faz memória do aniversário natalício do Monsenhor Ednyr. Especialmente nessa data, festa litúrgica de Nossa Senhora Rainha, a Paróquia do Divino Espírito Santo acolheu Dom Eduardo Malaspina, Administrador Diocesano, para presidir a Eucaristia.

Nessa solene celebração foi apresentada a toda comunidade a Oração para suplicar a Deus Pai, o reconhecimento das virtudes heróicas de Santidade do Monsenhor Ednyr. Sendo esse o primeiro passo para o início formal dos processos de beatificação e canonização.

Dom Eduardo em sua homilia afirmou: “Nós reconhecemos no Monsenhor a Santidade de Deus. E a Santidade é o DNA da nossa Igreja. Se na Igreja não houvesse santos, não seriamos a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo.”

No final da celebração da Eucaristia, a Sra. Lais Helena, relatou o testemunho que seu filho Bento é um milagre graças a intercessão do Monsenhor Ednyr. Segundo ela, no exame pré-natal foi identificado alterações morfológicas do feto. A médica que acompanhava a gestação havia dito que nunca tinha visto tais alterações e que possivelmente o feto poderia não desenvolver corretamente, até sendo incompatível com a vida. Foram solicitados exames de maior precisão realizados em laboratórios dos Estados Unidos afim de ter um diagnóstico preciso das alterações.

Segunda a mãe do Bento: “Foram 16 dias esperando por resultados. Nesses 16 dias pedi para o Monsenhor interceder a Deus para que ele curasse o meu filho. Os exames chegaram e tudo estava normal. A médica disse que Deus tirou aquela criança e colocou uma outra no lugar, ressaltando que meu filho era um milagre.”

Biografia do Monsenhor Ednyr

Nascido em 22 de agosto de 1936, filho de Ignês Basaglia Roveri e Arnoldo Roveri, foi batizado em Janeiro de 1937. Desde criança participou da vida da Igreja, servindo como coroinha. Sua vocação foi incentivada por seu tio Saturno. Aos 11 anos, ingressou no Seminário Diocesano em São Carlos. Aos, 25 anos (06 janeiro de 1962) foi ordenado presbítero por Dom Ruy Serra, atuou como colaborador na cidade de Irapuã. Chegou em Itápolis no dia 28 de julho de 1963, trabalhando como Vigário coadjutor, vindo a receber a provisão de Vigário ecônomo de Itápolis em 07 de outubro de 1968. Em 20 de março de 1984, foi agraciado com o título de Cônego, em 20 de setembro de 2017, o Papa Francisco conferiu-lhe o Título de Monsenhor.

Incansável, realizou melhorias na Matriz do Divino Espírito Santo, destacando a refundição do sino, a colocação dos ventiladores, a reforma no órgão, a reforma geral na Igreja Matriz como a troca do piso, retoques nas pinturas e reforma completa do telhado.

Na parte espiritual fez introduções que se tornaram tradicionais, como as romarias, Cerco de Jericó, carreatas, procissões e atendimento constante na zona rural.

Incentivou as vocações de muitos jovens para se tornarem sacerdotes, entre eles Dom Antônio Braz Benevente, bispo de Jacarezinho, PR e Dom Francisco, bispo de Lins.

Com muita festa comemorou o seu aniversário natalício no dia 22 de agosto de 2011, seu Jubileu de diamante e no dia 6 de janeiro de 2012, seu Jubileu de ouro sacerdotal.

No dia 19 de junho de 2019, após 50 anos como pároco de Itápolis, Monsenhor Ednyr tornou-se pároco emérito, aposentando-se do ofício.

Faleceu em 07 de março de 2020, na Santa Casa de Misericórdia de Itápolis, acometido por fibrose pulmonar. Está sepultado na Capela Nossa Senhora do Carmo, no Cemitério Municipal de Itápolis.