Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Desemprego atinge 14,4 milhões de brasileiros; 34 milhões estão na informalidade

Por Agência Rádio 2 – 30/04/2021

 

O desemprego ficou estável no Brasil no trimestre encerrado em fevereiro, na comparação com os três meses imediatamente anteriores, segundo os mais recentes dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

De dezembro a fevereiro, o trimestre móvel usado pelo IBGE para a análise, a taxa de desocupação no Brasil alcançou 14,4%.

Apesar da estabilidade frente ao trimestre imediatamente anterior, entre setembro de novembro de 2020, quando a taxa ficou em 14,1%, a analista da pesquisa do IBGE, Adriana Beringuy, ressalta que são mais de 14 milhões de desempregados.

Já quando a comparação é com o mesmo trimestre móvel de 2020, aí sim o país registrou alta.

O avanço, nesse caso, foi de 2,7 pontos percentuais. Significa que, em um ano, população em busca de trabalho aumentou em 2 milhões e 100 mil pessoas.

O levantamento do IBGE revelou, ainda, que no trimestre encerrado em fevereiro, de todas as pessoas em idade de trabalhar, só 48,6% estavam ocupadas e que 6 milhões de brasileiros desistiram de procurar uma oportunidade –  é a chamada população desalentada.

Vale destacar também a taxa de informalidade, que foi de 39,6% da população ocupada, ou 34 milhões de trabalhadores informais.

No trimestre anterior, para comparação, a taxa havia sido 39,1% e no mesmo trimestre de 2020, 40,6%.