Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Copom aumenta Selic pela 1ª vez em 6 anos; taxa básica de juros é fixada em 2,75% ao ano

Por Agência Rádio 2 – 18/03/2021

 

A Selic agora está em 2,75% ao ano.

Nesta quarta-feira, o Comitê de Política Monetária do Banco Central elevou a taxa básica de juros da economia em 0,75 ponto percentual. E o índice ficará, portanto, neste patamar de 2,75% pelo menos até o próximo encontro do Copom, marcado para o começo de maio.

Foi o primeiro aumento da Selic desde julho de 2015, quando tinha sido elevada de 13,75% para 14,25% ao ano.

De lá pra cá, o Copom havia apenas cortado ou mantido o índice em seus encontros.

O mercado financeiro já esperava pela elevação da taxa, que estava em 2% ao ano, mas ela veio um pouco mais alta do que as projeções, que apontavam para um reajuste de meio ponto percentual.

Ao justificar a decisão, o Copom afirmou que o cenário atual da economia não pede “grau de estímulo extraordinário” e que as expectativas de inflação superam a meta no “horizonte” da política monetária.

Vale lembrar que a Selic é o principal instrumento do Banco Central para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA.

Em fevereiro, o indicador fechou acumulando alta de 5,20% em 12 meses, valor está próximo do teto da meta de inflação.

Para 2021, o Conselho Monetário Nacional fixou meta de inflação de 3,75% e, considerando a margem de tolerância, o IPCA não pode ser maior que 5,25% e nem ficar abaixo de 2,25% este ano.

E como a Selic influencia? De uma maneira simplificada, funciona assim: quando ela está em patamares mais baixos, os juros do mercado caem e o crédito fica mais acessível, estimulando o consumo. Esse movimento, no entanto, acaba deixando o controle da inflação mais vulnerável já que, por causa do mercado aquecido, os preços tendem a subir.

Em contrapartida, quando a Selic está mais alta, o crédito encarece, o consumo diminui e os preços baixam.

Analistas do mercado preveem que a Selic vai terminar 2021 em 4,5%.

Colabore com a Rádio Diocesana, seja um Amigo da Rádio. Entre em contato no fone (16) 3362-4485 ou pelas nossas Redes Sociais.