Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Conta de luz vai pesar menos no bolso do brasileiro a partir de 16 de abril

Por Agência Rádio 2 – 08/04/2022

 

A conta de luz vai pesar um pouco menos no bolso do brasileiro já a partir desse mês de abril.

O governo decidiu antecipar o fim da bandeira de escassez hídrica, a mais cara do sistema, que foi criada no ano passado e entrou em vigor em setembro para cobrir custos das medidas adotadas para a geração de energia pelas termelétricas.

Com a bandeira de escassez hídrica acionada, a conta de luz vem com uma cobrança extra de de R$ 14,20 a cada 100 mWh consumidos.

A previsão era que essa medida durasse até 30 de abril, mas o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico, vinculado ao Ministério de Minas e Energia, já confirmou que essa bandeira mais cara vai ficar acionada só até o próximo dia 15.

Segundo o governo, as chuvas mais frequentes nos últimos meses e a adoção de medidas emergenciais permitiram reduzir o acionamento das usinas termelétricas.

A partir do dia 16 de abril, portanto, a Aneel acionará uma nova bandeira. Nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro adiantou que será a bandeira verde, o que significa que o consumidor fica livra de cobranças extras.

Vale dizer que, de acordo com cálculos do Ministério de Minas e Energia, a redução média será .de 20% na conta de luz do consumidor residencial