Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Conta de luz terá nova taxa em 2023 para cobrir rombo causado pela crise energética

Por Agência Rádio 2 – 16/03/2022

 

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou empréstimo de 10 bilhões e meio de reais para cobrir rombo do setor com a crise energética de 2021. 

E quem vai pagar a conta será o consumidor, que terá nova tarifa extra cobrada a partir de 2023. 

O dinheiro será levantado em bancos públicos e privados. 

A previsão é que seja liberado até a primeira quinzena de abril, com prazo de 54 meses para quitação.

A primeira parte – no valor de 5 bilhões 300 milhões – será destinada a cobrir o saldo negativo das bandeiras tarifárias, bônus pagos a consumidores que economizaram energia, contas atrasadas das distribuidoras e importação de energia da Argentina e do Uruguai. 

Outros 5 bilhões e 200 milhões deverão custear a contratação emergencial de energia para fornecimento a partir de maio deste ano. 

Esta segunda parte deverá ser avaliada em consulta pública. 

A taxa na conta de luz dos consumidores não está definida e vai variar conforme a distribuidora. 

Vale lembrar que já é cobrado na conta de consumo um encargo referente às parcelas da chamada Conta Covid, um empréstimo feito em 2020 para conter os efeitos da pandemia. 

A cobrança mensal vai até dezembro de 2025.